Você sofre de ansiedade?

As pessoas com transtorno de ansiedade, geralmente encontram dificuldade em viajar, trabalhar com eficácia, manter uma vida social estável e, dificuldade para dormir.  E frequentes manobras ou esquivas são utilizadas para, sair de casa, viajar de avião, encontrar pessoas, reuniões de trabalho, fila de bancos e, evita algumas atividades como dirigir e entrar em  elevadores.

Os sintomas de ansiedade só são considerados patológicos quando cria sofrimento e comprometimento funcional para a pessoa.

Segundo Barlow (2002), a ansiedade se apresenta de varias formas, tendo o medo como elemento principal e comum a todos os tipos. Por isso, muitas palavras diferentes estão relacionadas à experiência subjetiva deste transtorno tais como: medo, pavor, pânico, tensão muscular, apreensão, nervosismo, inquietação, preocupação, terror…

A ansiedade é uma resposta de medo do que pode vir a acontecer. E como resposta emocional saudável, o medo alerta os indivíduos de uma ameaça iminente e da necessidade de uma ação defensiva.

Portanto, o medo diante de uma ameaça real de perigo, é altamente necessário e protetor.

Embora, esse medo pode ser mal adaptativo quando ocorre em uma situação não ameaçadora ou neutra que é interpretada erroneamente como representando um perigo ou ameaça potencial.

A ansiedade normalmente leva os indivíduos a um desgaste excessivo e sensações fisiológicas na tentativa de mentalmente resolverem problemas futuros principalmente por serem intolerantes a incertezas.

Para Clark & Beck (2012) A capacidade cognitiva de criar representações mentais de eventos passados, bem como de antecipar eventos futuros a fim de planejar e solucionar problemas cria-se também ameaças simbólicas que é a base da preocupação e ansiedade.

Para o Manual de Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM-5), existem pelo menos doze tipos diferentes de ansiedade, cada um com seu quadro particular de sintomas.

Muitos são os motivos que cooperam para que mais pessoas vivam ansiosas. Podemos destacar que vivemos em um cenário cada vez mais consumista e urgente, em uma sociedade onde a pressa tem o tempo de um click, onde o mundo externo é mais importante que o interno e as relações sociais desgastadas por falta de tempo que muitas vezes está sendo usado com a instantaneidade e com excesso de informações sem seletividade.

Portanto, precisamos cada vez mais, observar o comportamento e os sinais que nossa mente propaga na intensão de manter uma coerência e equilíbrio mental.

Deixe o seu
Depoimento

Preencha o formulário e em breve será postado na nossa área de Depoimentos. Muito Obrigado

Agendamento!